Há alguns anos, cheguei, por acaso, a uma palestra do Simon Sinek no TED. Na época, ele ainda era um ilustre desconhecido e estava palestrando, perceptivelmente, longe do palco principal. De qualquer forma, sua mensagem era poderosa o suficiente para transformá-lo em um fenômeno midiático. Anos depois do vídeo que o lançou, ele foi um dos speakers dos keynotes da conferência Inspire da Microsoft.

Simon Sinek no keynote da Inspire

Sinek fala sobre o golden circle. A ideia é apaixonantemente simples. O princípio é de que as pessoas se mobilizam em torno do “Porquê”, ou seja, do propósito ou motivação para fazer as coisas e, somente depois, pelo “Como” e pelo “O quê”. Logo, a comunicação fica mais eficaz quando seguimos a mesma sequência, embora, por alguma razão, a tendência seja fazer exatamente o oposto.

Inspirado pela ideia de Sinek, tento explicar a EximiaCo a partir da sequência do golden circle, começando, como indicado, pelo Porquê.

Nosso “Porquê”

Na EximiaCo, aceleramos e potencializamos o lado digital das empresas. Dessa forma, as ajudamos a aproveitar melhor o potencial humano.

Entendemos que todas as organizações, no futuro, como indicado por Marc Andreessen, serão empresas de software. Aquelas que ignorarem esse fato irão desaparecer ou se tornarão irrelevantes. Por isso, é fundamental garantir processos de transformação sólidos.

Compreendemos também que a digitalização das empresas levará a uma redefinição do envolvimento das pessoas. Cada vez mais, o trabalho operacional será substituído pelo esforço criativo. A visão de Peter Drucker de que o mercado será, cada vez mais, ocupado por trabalhadores do conhecimento parece mais tangível do que nunca. Dessa forma, é importante criar “pontes” entre o momento atual e o necessário para que ninguém seja excluído ou prejudicado.

Nosso “Como”

Realizamos nosso propósito, idealizando, implantando e suportando o uso de soluções tecnológicas inteligentes, melhorando processos e desenvolvendo pessoas. Começamos pelo envisioning, aceleramos o changing e garantimos o running.

Para nós, todo produto é, na prática, um totem para um ou mais serviços. Toda iniciativa, para ter “acabativa”, precisa de gente e de processos ajustados e, para garantir produtividade, as melhores opções tecnológicas tem que ser selecionadas e utilizadas da melhor forma.

O envisioning para a transformação é fundamental. É nesse estágio que objetivos se estabelecem, bem como diretrizes envolvendo restrições importantes. Depois disso, o changing, ou seja, a implantação da mudança precisa ser realizado de forma cuidadosa e criteriosa, sempre alinhado com as proposições estabelecidas e comunicadas. Finalmente, o running, ou seja, a vivência da transformação no dia a dia precisa ser suportada de forma que eventuais “amarras” com o jeito antigo de fazer as coisas não se tornem irresistíveis.

Nosso “O quê”

Oferecemos serviços de curadoria, analisando e selecionando alternativas viáveis conforme as necessidades do negócio; consultoria, levando conhecimento para os processos de planejamento e preparação para a execução, e; assessoria, garantindo que a execução aconteça de forma ótima, no mínimo, até que a empresa desenvolva “musculatura” para fazer o que é necessário.

Tentamos ser um grupo de “poucos e ótimos” profissionais, empenhados e comprometidos com a excelência. Somos solucionadores de problemas orientados por resultados tangíveis para o negócio.

Nosso “elevator’s pitch”

(Por quê?)A EximiaCo acelera e potencializa o lado digital das empresas, permitindo que as pessoas utilizem todo seu potencial. (Como?) Fazemos isso suportando o envisioning, changing e running de processos de transformação (O quê?) através de atividades de curadoria, consultoria e assessoria. Somos obstinados por excelência e por gerar resultados tangíveis para o negócio.

Deixe uma resposta