07 de julho de 2016, aproximadamente 8:30 – Eu iria palestrar no TDC de São Paulo naquele dia. Aterrizamos em Congonhas e eu desliguei o “Modo Avião”. Rapidamente, dezenas de mensagens chegaram no Whatsapp solicitando retorno urgente. Logo descobri o motivo: meu pai havia sofrido um AVC.

09 de julho de 2016, aproximadamente 6:30 – nasce meu segundo filho, Otávio. Ele chegou pelo menos 10 dias antes do esperado me encontrou cansado, vivendo um misto de tristeza pela condição delicada do meu pai e de alegria pela nova experiência de paternidade.

01 de agosto – comunico a Promob, empresa onde aprendi quase tudo que sei, que gostaria de deixar o quadro de colaboradores. Muitos dias viajando centenas de quilômetros para acompanhar a rotina de cuidados do meu pai, em recuperação, e do meu filho recém nascido me proporcionaram muito tempo para pensar. Era hora de mudar!

31 de outubro de 2016, aproximadamente 8:00 – inicio meu último dia de trabalho, na Promob, depois de ~18 anos. Resolvi abrir mão de alguma estabilidade conquistada depois de ajudar a construir a empresa que mudou a forma como LATAM pensa, projeta, vende, produz, transporta e entrega móveis. Pendurei o crachá!

01 de novembro de 2016 – inicio minha nova jornada profissional, agora como consultor independente. Meu objetivo é ajudar profissionais e executivos de TI a utilizar tecnologia para desenvolver soluções que realmente atendem as demandas do negócio. Em paralelo, intensifico minha colaboração no desenvolvimento do RavenDB.

março de 2017 – a rotina de consultoria é intensa e repleta de aprendizados. Durante os primeiros meses, meu objetivo era confirmar que conseguiria trabalho suficiente para pagar as contas.

setembro de 2017 – assumo, junto a minhas atividades como consultor, a posição de CTO da Guiando. Empresa mineira reconhecida por fornecer soluções, sobretudo para grandes empresas, para gestão eficiente de faturas.

outubro de 2017 – redireciono minhas atividades de consultoria para priorizar projetos maiores e mais desafiadores. Na prática, isso implicaria em abdicar de alguns projetos menores para me concentrar em outros mais significativos.

2018 – intensifico minha presença física junto a meus principais clientes de consultoria. Na prática, fico uma semana por mês em Juiz de Fora, na Guiando. Duas semanas por mês em clientes de São Paulo e uma semana em clientes do Rio de Janeiro. Eventualmente, passo alguns dias em outras cidades e estados.

outubro de 2018 – começo a planejar a transição de “eupresa” para “empresa”. Na prática, percebo que há muito mais oportunidades para atuar em grandes projetos do que eu, sozinho, consigo suportar. Contrato assessoria e consultorias de marca e RP para começar a “estruturar” um novo negócio.

dezembro de 2018 – inspirado pelo Falconi (um dos maiores consultores do Brasil) que fundou a Falconi (uma das maiores consultorias do Brasil), resolvo criar a “ElemarJR”. Pouco tempo depois, sou demovido dessa ideia pelo pessoal da MClair (consultoria que me ajudou com posicionamento de marca e identidade). Segundo eles, “Júnior” não cabe bem para nome de uma empresa.

fevereiro de 2019 – declino da posição de CTO na Guiando e assumo posição no conselho consultivo na empresa. No dia a dia, um pouco mais de tempo.

abril de 2019 – nasce a EximiaCo (obrigado MClair), minha empresa de consultoria, inicialmente com dois sites, eximiaco.com e eximiaco.tech – um voltado para executivos de tecnologia, outro para profissionais de TI. Agora, com mais gente, oficialmente preparada para ajudar mais empresas. (Em tempo: ElemarJr.com, EximiaCo.com, EximiaCo.tech, EximiaCo.ms foram desenvolvidos pela Aztecweb)

julho de 2019 – depois de participar do Inspire – evento da Microsoft para seus parceiros comerciais – resolvo iniciar uma outra frente de atuação na EximiaCo destinada a atuar, especificamente, ajudando a aplicar tecnologia Microsoft para transformar negócios (nasce eximiaco.ms)

outubro de 2019 – continuo fora de casa todas as semanas. Entretanto, represento parcela cada vez menor do volume de consultoria prestados pela EximiaCo.

janeiro de 2020 – EximiaCo ultrapassa a marca de 50 empresas e instituições impactadas. Reconfiguro a empresa para, além de consultoria, passar a fornecer assessoria Premium aos clientes.

março de 2020 – Pandemia! Trabalho remoto. Reconfiguração das relações.

abril de 2020retomada desse site (elemarjr.com), que esteve próximo de ser desativado em função da ênfase dada aos sites da EximiaCo.

abril de 2020Um ano de EximiaCo.

22 de maio de 2020 – durante a reunião semanal do time da EximiaCo (acreditamos que alinhamento de propósito é fundamento para autonomia de atuação), sou “gentilmente cobrado” pela Grazi Bonizi para escrever esse post.

23 de maio de 2020 – minha agenda para a semana que vem está complicada. De boa parte do time, está absolutamente lotada. Estamos trabalhando muito, apesar e por causa da pandemia.

próximos meses – além de consultoria & assessoria premium, passaremos a fornecer soluções tecnológicas para nossos clientes (já são mais de 70 organizações impactadas) – tanto desenvolvidas por nós, quanto por parceiros. Foram muitos anos desenvolvendo produtos de sucesso que me ajudaram a, definitivamente, saber o “caminho das pedras”.


PS 1: O marco para o nascimento da EximiaCo foi, de alguma forma, o AVC do meu pai. Infelizmente, ele partiu há pouco mais de um ano por causa de um câncer agressivo. Meu pai não foi, exatamente, um modelo sobre o que eu deveria ser ou fazer na vida, mas, de muitas formas, foi fundamental para eu me tornar a pessoa que sou hoje.

Minha mãe, do jeito dela, também fez a diferença. Ela me “permitiu” mexer com computadores em uma época onde pouca gente entendia para que eles serviam.


PS 2: Aprendi na Promob os fundamentos de quase tudo que sei sobre desenvolvimento e negócios digitais. Sou grato a Vanderlei Buffon, Edson Witt e André Pivotto pela paciência e por todo o aprendizado.


PS 3: Atender clientes grandes é um desafio para empresas pequenas, sobretudo “eupresas”. Sou grato a todos os clientes que confiaram em mim e que, mesmo sem querer, me “forçaram” a fazer algo maior. Obrigado Antoniolo, Tartari, Nobre, Madruga, Bonon e tantos outros executivos pelas conversas e insights.

Também é impossível não reconhecer a inspiração e modelo de alguns bons amigos que fundaram empresas parceiras e amigas. Obrigado Bassi, VC, VH e Igor Abade.


PS 4: Fernando Paiva, que me contratou primeiro como consultor para Guiando, depois para ser “seu chefe” como diretor na empresa, foi o primeiro profissional a se juntar a EximiaCo para “escalar” o trabalho que eu vinha fazendo como consultor independente. Sempre serei grato a ele pelo
“salto de fé”.


PS 5: Sempre procurei me cercar de gente que me ajudasse a pensar. Sou grato a Regina Basso Bertuol (carinhosamente “Personal Gringa”) e a todos os profissionais que me ajudaram a ver mais e melhor. Se enxerguei mais longe foi porque me apoiei nos ombros de gigantes.


PS 6: Dizem que o ser humano se acostuma com tudo, inclusive a não viver bem. O fato é que eu não teria tido coragem de pedir para sair da Promob se não contasse com o apoio incondicional da minha esposa, Juliana de Paula, que suportou minhas escolhas e me fez agir.


PS 7: Queria acreditar que tudo que fiz até aqui foi mérito. Em parte, até acho que foi. Mas, o fato, é que estive no lugares certos, fazendo a coisas certas, do jeito certo, com as pessoas certas, nos momentos certos muitas vezes. Sou grato por ter tido “sorte”.

Este post tem 5 comentários

  1. Vinícius Mamoré

    Fantástico Elemar, que bela jornada e fico feliz em ver a Eximia crescendo. Vocês agregam demais a comunidade, parabéns!

  2. Renato Lorandi

    Elemar, de fato a sorte existe no momento realmente que nos deparamos com profissionais que nos fazem crescer. O mérito, de fato todo teu, foi saber aproveitar cada momento, escutando, aprendendo e se preparando e, hoje chegando onde esta, ajudando diversas corporações com suas perguntas, seus insights.. Parabéns pelo monstro que você é em termos de conhecimento não só técnico. Fico feliz de ter você como parceiro, amigo e ex-colega de trabalho.

    1. Vanderlei Buffon

      Romanceado Elemar, sabemos que a vida é um pouco mais dura, mas legal, marca importante de alguém diferenciado que está montando um time. Muito bom ver o progresso do amigo!

      1. Elemar Júnior

        Longe de mim querer fazer as coisas parecerem mais fáceis do que foram. Obrigado pelo feedback e pelos cumprimentos. Sucesso!

  3. Alessandro de Souza

    Elemar, peço licença para discordar de você quanto a sorte. Acho que sem dedicação, esforço, competência, profissionalismo, inteligência, empatia (com profissionais menos favorecidos) e generosidade, dentre muitas outras, qualidades que te sobram, ela, a sorte, não tem efeito algum. Parabéns pela linda trajetória.

Deixe uma resposta