A música é conhecida e todos sabem que ela encerra com uma nota alta. Mesmo assim, a execução de “Phantom of Opera”, por Floor Jansen & Henk Poort, no programa Beste Zangers, surpreende desde seu início até o fim apoteótico.

Os arranjos foram adaptados da versão do Nightwish e tem uma levada de ópera-rock, com melodia e algumas notas um pouco diferentes do original. Nem por isso, com qualquer prejuízo ou “facilitação” para os intérpretes.

Desde os primeiros instantes, se vê algo primoroso. A interpretação de ambos artistas é bem acima de inspirada. Todas as notas executadas estão cheias e a pronúncia de cada palavra da letra é “arredondada”. Além disso, o entrosamento de ambos leva ao quase êxtase.

A voz grave e o drive de Henk Poort impressionam e servem como escada perfeita para uma “manhosa” Floor Jansen escalar até uma nota de ataque final sustentada por incríveis dez segundos.

Aula de técnica. Exemplar de inspiração. Modelo de entrosamento, carisma e paixão por aquilo que se faz. Para mim, quase impossível suportar tanta carga sem deixar escorrer algumas lágrimas.

Talento natural? Sem dúvidas. Mas, também, técnica pra lá de apurada em anos de treinamento e dedicação.

Deixe uma resposta